Tratamentos

Fotobiomodulação

A terapia de fotobiomodulação (FBM) é definida como uma forma de terapia com luz que utiliza fontes de luz não ionizantes, incluindo lasers, diodos emissores de luz e / ou luz de banda larga, no visível (400 – 700 nm) e no infravermelho próximo (700 – 1100 nm) no espectro eletromagnético. É um processo não térmico que envolve cromóforos (receptores de luz nas células) que provocam eventos fotofísicos e fotoquímicos em várias escalas biológicas. Esse processo resulta em benefícios terapêuticos, incluindo, entre outros, o alívio da dor e inflamação, imunomodulação e promoção da cicatrização de feridas e regeneração tecidual. O termo terapia de fotobiomodulação (FBM) agora está sendo usado por pesquisadores e profissionais substituindo termos como terapia com Laser de baixa intensidade (LLLT), laser frio ou terapia à laser. Existe consenso de que a aplicação de uma dose terapêutica de luz a tecidos comprometidos ou disfuncionais leva a uma resposta celular mediada por mecanismos mitocondriais aumentando o metabolismos das células precursoras em cada tecido.


Referências:

Anders JJ, Lanzafame RJ, Arany PR. Low-level light/laser therapy versus photobiomodulation therapy. Photomedicine and Laser Surgery. 2015; 33(4): 183-184.


Karu TI. Low power laser therapy. In: Vo-Dinh T, editor. Biomedical Photonics Handbook. Boca Raton (FL) CRC Press; 2003: 48-1-48-25."

Entre em Contato

Envie uma Mensagem

Um email será enviado para o proprietário